Menu
Protocolos
Legislação
Regulamento
Fanfarra
Entretenimento
Área Reservada

Ligações
Alertas
da Protecção Civil
Avisos
Meteorológicos

Farmácias de Serviço
Hoje

Visitas
Cant load "GAPI" module...
Visitantes Online
Online desde
7-11-2012



Sócios

Como se tornar Sócio?

     Para se tornar sócio da nossa Associação deve preencher e entregar o pedido de admissão na secretaria da Associação. Não existe limite de idade para se ser sócio da Associação, sendo que no caso de menores ou incapazes, os pedidos devem ser submetidos pelos pais ou tutores legais dos mesmos, ficando estes encarregues do pagamento de quotas e cumprimento dos estatutos da associação.

     O sócio pode optar por pagar as quotas de forma anual ou mensal, sendo o valor mínimo por mes de 1,50€. Se assim o entender, o sócio pode contribuir com um valor superior.

     O pagamento das quotas das quotas pode ser feito na secretaria da Associação, por cobrador ou por transferência bancaria. Para mais informações contate a secretaria.


Direitos dos Sócios

  • a) Participar nas reuniões da Assembleia Geral e aí propor, discutir e votar os assuntos de interesse para a Associação;
  • b) Votar em actos eleitorais desde que no pleno gozo dos seus direitos.
  • c) Ser eleitos para cargos sociais nos termos do artigo 64.º
  • d) Recorrer para a Assembleia Geral de todas as irregularidades e infracções aos estatutos e regulamentos internos, com salvaguarda do disposto no n.º 4 deste artigo;
  • e) Requerer a convocação de Assembleias Gerais extraordinárias nos termos da alínea b) do n.º 3 do artigo 40.º;
  • f) Entrar livremente na Sede ou em quaisquer outras instalações da Associação, salvo tratando-se de zonas de acesso restrito definidas pela Direcção;
  • g) Utilizar os serviços que a Associação venha a prestar ou disponibilizar directa ou indirectamente nas condições definidas pelos regulamentos internos;
  • h) Examinar livros, contas e demais documentos desde que o requeiram por escrito à Direcção, com a antecedência mínima de oito dias e esta verifique existir um interesse pessoal directo e legítimo do Associado;
  • i) Apresentar sugestões de interesse colectivo para uma melhor realização dos fins prosseguidos pela Associação;
  • j) Reclamar perante a Direcção de actos que considere lesivos dos interesses da Associação e dos seus interesses de Associado;
  • k) Requerer, por escrito, certidão de qualquer acta mediante pagamento dos respectivos custos;
  • l) Desistir da qualidade de Associado.

    Nota: Para exercer os direitos referidos no número anterior, os Associados Efectivos não podem ter o pagamento das quotas em atraso. Os Associados Efectivos admitidos à menos de seis meses e os demais associados apenas gozam dos direitos consignados nas alíneas f), g), i), j), k) e l) do número 1 e bem como do referido na alínea a) do mesmo número, mas sem direito a voto. Os Associados que façam parte do Corpo de Bombeiros não poderão discutir em Assembleia-geral assuntos respeitantes à organização e disciplina do Corpo.


Deveres dos Sócios

  • a) Honrar a Associação em todas as circunstâncias e contribuir quanto possível para o seu prestígio;
  • b) Observar, cumprir e fazer cumprir as disposições legais, estatutárias e regulamentares;
  • c) Acatar as deliberações dos Órgãos Sociais legitimamente tomadas;
  • d) Exercer com dedicação, zelo e eficiência os cargos sociais para que foram eleitos ou nomeados, salvo pedido de escusa por doença ou outro motivo atendível, apresentado ao Presidente da Mesa da Assembleia Geral e por esta considerado justificado;
  • e) Não cessar a actividade nos cargos sociais sem prévia participação fundamentada e por escrito ao Presidente da Mesa da Assembleia Geral;
  • f) Zelar pelos interesses da Associação, comunicando por escrito à Direcção quaisquer irregularidades de que tenham conhecimento;
  • g) Pagar pontualmente a quota fixada;
  • h) Comparecer às Assembleias Gerais cuja convocação tenham requerido;
  • i) Comunicar por escrito à Direcção o local de pagamento das quotas e qualquer situação que altere os seus elementos de identificação, designadamente a mudança de residência;
  • j) Tratar com respeito e urbanidade a Associação, as suas Insígnias, órgãos sociais, respectivos titulares, comando, bombeiros, colaboradores da Associação e todos com quem, na qualidade de associado, se relacione.
  • k) Os demais associados estão dispensados dos deveres das alíneas d), e), g), e i).

Para consultar em detalhe os direitos e deveres dos sócios da Associação, consulte os Estatutos, Capítulo II.

Meteorologia
Risco de Incêndio
Portugal Continental
Hoje
Imagem não disponível
Amanhã
Imagem não disponível
Dados do
Instituto Português do Mar e da Atmosfera
Precipitação
10:20:03
Imagem não disponível
Dados de Radar do
Instituto Português do Mar e da Atmosfera
Sismicidade
Imagem não disponível
Dados do Sismómetro da Mitra
Centro de Geofísica de Évora
Universidade de Évora




- Mapa do Site - Estatísticas do site - Acerca -
- © Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Évora, 2012 -
- página modificada em: 2012-11-24 22:58 -